Início | Agenda | Artes Da Cena | Espetáculos: "O berço do herói" e "Sobre um lugar qualquer"

Espetáculos: "O berço do herói" e "Sobre um lugar qualquer"

Sala dos Toninhos receberá dois grupos surgidos no curso de Artes Cênicas da Unicamp.

As temporadas teatrais fazem parte do projeto Laboratório de Produção Cultural e são promovidas pela Rede Usina Geradora, que atua em gestão compartilhada com a Prefeitura Municipal de Campinas, por meio do apoio da Secretaria de Cultura. Assim, a Rede busca ocupar os espaços públicos ociosos e transformá-los em espaços de trabalho partilhados e colaborativos, fortalecendo a experimentação de ações comunitárias. 

Espetáculo: O Berço do Herói
A Turma 014 leva aos palcos o espetáculo "O Berço do Herói", uma comédia política de Dias Gomes, dirigida por Verônica Fabrini. O espetáculo se passa dez anos após o final da segunda guerra mundial, com a vitória das tropas aliadas sobre o nazi-fascismo. Nestes dez anos, uma pacata cidadezinha do interior do Brasil venceu sua pobreza e insignificância nacional e tornou-se um promissor polo turístico, orgulho de seus moradores por ter sido o berço do herói, Cabo Jorge, o pracinha brasileiro que enfrentou de peito aberto as tropas inimigas. Em sua homenagem a cidade passa a ter seu nome – Cabo Jorge, herói da Força Expedicionária Brasileira.
Escrita em 1965, a peça de Dias Gomes foi censurada duas horas antes de sua estreia, que ocorreria no Teatro Princesa Isabel, no Rio de Janeiro, com a direção de Antonio Abujamra. A censura permaneceu por 20 anos e sua primeira encenação acabou sendo nos Estados Unidos, em 1976. Em 75, Dias Gomes adapta o texto para a televisão como Roque Santeiro que só vai ao ar 10 anos depois, em 1985, como sucesso nacional da Rede Globo (ou Rede “Goebbles”...). Para a diretora, “encenar o Berço do Herói em 2017 é rever a história desse país sem memória, rever a manipulação do imaginário pela mídia; é se assustar com a repetição dos fatos, é lutar para que o fascismo não se instale novamente. Em 1964, Paulo Francis ao comentar a peça, nos lembra uma frase do líder do partido nazista, Hermann Göring: ‘Quando ouço falar de cultura, sinto vontade de sacar o revólver.’ É assustador como tal frase reencontre seu lugar no mundo atual. Por isso retomamos a peça: Nazistas, Fascistas, não passarão!”
Direção: Verônica Fabrini. Texto: Dias Gomes. Elenco: Antonino Vaz, Bruno Rods, Dandara Lequi, Fernanda Zancopé, Larissa Souza, Luiza Válio, Taiana Cuschnir Avritchir e Victor Sousa. Atores convidados: Gabriel Pestana, Juliana Eiras, Presto Kowask e Samantha Rossetti. Participação especial: Igor Amanajás.

Duração: 130 minutos
Classificação:14 anos

Dias: 13 e 14/09
Horário: 20h
Local: Sala dos Toninhos / Estação Cultura “Prefeito Antonio da Costa Santos” – Praça Marechal Floriano Peixoto, s/n, Centro

Espetáculo: Sobre um Lugar Qualquer. Estreia do SUADOS – Laboratório Teatral, é um convite para o público adentrar-se em um universo muito específico. Temas como aprisionamento, violência, afeto e solidão são debatidos ao longo da peça onde o espaço toma a dianteira como agente determinante na vida de cinco seres. Estas cinco pessoas vivem juntas em um espaço não muito agradável, cada uma com sua história, seus gostos e repulsas, seus afetos e seus pequenos ódios, seus segredos. E vão vivendo. Vão vivendo porque, afinal de contas, é o que resta.
Dirigido por Victor Ferrari e escrito por Sofia Fransolin, o espetáculo aposta na falta de cronologia, sendo dividido em movimentos que permitem ao público conhecer de forma fragmentada a vida neste lugar. A partir de situações específicas, com relações complexas e um ambiente que flutua entre o sutil e o hostil, os espectadores aos poucos se reconhecem dentro deste lugar, que, apesar de nada realista, torna-se bastante universal.
Direção: Victor Ferrari. Texto: Sofia Fransolin. Elenco: Allan Kawabata, Alexandre Guidorizzi, Antonino Vaz, Fernanda Zancopé e Julia Prudencio.
Duração: 80 min
Classificação: 12 anos

Dias: 15 e 16/09
Horário: 20h
Dia: 17/09
Horário: 18h
Local: Sala dos Toninhos / Estação Cultura “Prefeito Antonio da Costa Santos” – Praça Marechal Floriano Peixoto, s/n, Centro

Estacionamento gratuito com acesso pela Rua Francisco Teodoro, 1050, Vila Industrial
Os ingressos são distribuídos com uma hora de antecedência e no final dos espetáculos há contribuição espontânea no chapéu.

OBS: Em caso de chuva os espetáculos poderão ser cancelados.

Mais informações, acesse: Temporada teatral de setembro

quarta-feira, 13 Setembro, 2017 - 20:00 até domingo, 17 Setembro, 2017 - 18:00