Início | Notícias | Comissão divulga projetos selecionados para o IV Festival de Música Contemporânea Brasileira

Comissão divulga projetos selecionados para o IV Festival de Música Contemporânea Brasileira

Em 2017, o festival homenageará Hermeto Pascoal e Edson Zampronha. O evento ocorre em março, em Campinas, com a presença dos compositores homenageados

O FMCB – Festival de Música Contemporânea Brasileira, que chega à sua quarta edição em 2017 e será realizado de 15 a 18 de março, em Campinas, acaba de divulgar os projetos selecionados para as apresentações artísticas e comunicações orais que irão ocorrer durante o evento (confira a tabela abaixo).

Ao todo, foram selecionados 15 projetos pelo Comitê Científico, todos com trabalhos e estudos voltados às obras dos homenageados: Hermeto Pascoal, considerado por muitos um dos maiores gênios em atividade na música e famoso por sua capacidade de extrair sons de qualidade de qualquer objeto; e Edson Zampronha, compositor, referência em música contemporânea e pesquisador sobre o gênero, semiótica e tecnologia musical.  

O festival é um encontro internacional de estudiosos da música brasileira, e a cada edição homenageia dois compositores ainda em vida que se destacam no cenário musical do País. Uma proposta para promover um maior reconhecimento a quem se dedica à produção musical, além de difundir as contribuições virtuosas de seus trabalhos. Serão quatro dias consecutivos de atividades gratuitas, com programação aberta ao público.  

O concerto de abertura seguido de bate-papo com os homenageados e os dois recitais comentados serão realizados nos dias 15, 16 e 17 de março, sempre às 20h, no Instituto CPFL, e o concerto de encerramento, no dia 18 de março, ocorrerá no Teatro Municipal “José de Castro Mendes”, com participação especial da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas.

As demais atividades se concentram no Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

 Marcado pelo pioneirismo, o festival une pesquisa à performance e conta com a presença dos compositores homenageados durante todo o evento. A programação completa inclui palestras, mesas-redondas, recitais e concertos que visitam as obras dos homenageados e comunicações orais com análises sobre suas peças e estilos.

Nesta edição, o Comitê Científico responsável pela seleção dos trabalhos contou com a participação dos seguintes profissionais: Thais Nicolau (presidente)- Udesc, Bruno Mangueira – UNB, Cesar Traldi – UFU, Cleber Campos – UFRN, Ilza Nogueira – UNIRIO, Leandro Barsalini – UNICAMP, Marcelo Gomes – FASM, Mauricio Zamith - UDESC  Rafael dos Santos – UNICAMP, Roberto Victório - UFMT e Valerio Fiel da Costa – UFPB. 

O Festival

Destaque no cenário musical nacional pelo ineditismo de sua estrutura, o Festival proporciona uma visão global da obra dos homenageados por meio de apresentações complementares de pesquisa e performances, além da oportunidade de contato estreito com estes compositores que além de estarem presentes durante todo o evento, também apresentam suas próprias obras, contam como elas foram feitas. Momento especial para o público que tem a oportunidade de ter detalhes dos bastidores das produções e revelações das inspirações dos artistas.

Essa interação entre compositores, músicos, pesquisadores do Brasil e de outros países, e público, incentiva, por meio deste contato, tanto a produção de mais pesquisas acadêmicas na área quanto o desenvolvimento de apresentações artísticas pelo mundo. 

Desde a primeira edição, o evento traz também uma contrapartida social, oferecendo uma mostra musical às crianças e adolescentes em tratamento de câncer no Centro Infantil Boldrini, em Campinas. 

Para Ronaldo Miranda, homenageado da última edição, o Festival é hoje um evento de grande importância para a cultura do país. Segundo ele, compositores contemporâneos têm, em geral, poucos meios de veiculação de suas obras, nem sempre possíveis nas temporadas de concertos.  “Tive a honra de ter sido homenageado em 2016, ao lado de meu colega Paulo Costa Lima.  E o resultado foi maravilhoso. O festival apresentou os mais variados intérpretes executando uma parcela expressiva da minha produção instrumental e vocal, com obras solo e de câmera e duas peças sinfônicas de minha autoria foram executadas pela Orquestra de Campinas”, ressaltou. 

Confira os selecionados

Bernardete Castelan Póvoas
Elementos musicais de identificação e de sincronia técnico-interpretativa entre peças. Uma proposta para execução da obra Composição para Piano a Quatro Mãos e Dois Comentários de Edson Zampronha
Apresentações Artísticas

Alvaro Henrique Borges
Obras Eletroacústica de Edson Zampronha: concerto comentado sobre o processo criativo e espacialidade sonora de El Gran Zumbidor e Sentimento Plástico
Apresentações Artísticas

Emerson De Biaggi
Perfurando a linha para viola solo
Apresentações Artísticas

Matteo Ricciardi
Quartetos mistos na obra de Edson Zampronha
Apresentações Artísticas

Fernando Chaib
Recycling Gestures
Apresentações Artísticas

Sammille Bonfim
Hermeto Pascoal e seu Brasilerê - Expressões flautísticas na obra de Hermeto Pascoal”
Apresentações Artísticas

Felipe José
Hermeto Pascoal para Crianças de Todas as Idades
Apresentações Artísticas

Daniel Moreira Félix
O Hermeto da Questão
Apresentações Artísticas

Paulo Tiné
O universo brasileiro de Hermeto Pascoal: Aspectos de sua concepção estética aplicados em Composições e Arranjos
Apresentações Artísticas

Ewerton Oliveira
Ferramentas para ler, compreender e interpretar o Calendário do Som de Hermeto Pascoal
Comunicação Oral

Bernardo Vescovi Fabris
Forró em Santo André ao vivo em Montreaux: um estudo de caso sobre a música de Hermeto Pascoal através dos solos improvisados de Nivaldo Ornelas e Cacau
Comunicação Oral

Renato Ernesto
Hermeto Pascoal: experiências aplicáveis à educação musical brasileira
Comunicação Oral

Vinícius Albricker
Liberdade, escuta, som da aura e ritmo: de Hermeto Pascoal para o ator
Comunicação Oral

Andrea Paz Muñoz Silva Castro
Movimentos de Edson Zampronha: O processo de digitação da obra
Comunicação Oral

Fernando Chaib
Recycling Gestures – Zampronha Perc-Ativo
Comunicação Oral

Serviço

IV Festival de Música Contemporânea Brasileira
Data: de 15 a 18 de março de 2017
Local: Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas
Instituto CPFL, R. Jorge de Figueiredo Corrêa, 1632 - Chácara Primavera, Campinas
Teatro Municipal José de Castro Mendes, Rua Conselheiro Gomide, 62 - Vila Industrial, Campinas
Mais informações: fmcb@sintonizenacultura.com.br